Por homofobia, adolescente é espancado na saída de festa e largado em matagal
06/02/2018 - 11h42 em Líder Notícias

Um caso de homofobia quase vira tragédia quando um adolescente de 17 anos foi espancado por seis rapazes neste fim de semana, na cidade de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, na saída de uma festa, por causa da orientação sexual dele.

 

Midia Max - Thatiana Melo (Foto: Ilustrativa) 

 

Após conseguir se esconder em meio a um matagal depois da sessão de tortura, o adolescente conseguiu pedir ajuda em um restaurante próximo a um posto de gasolina. Ele contou que na saída de uma festa, que acontecia na BR-262 foi cercado pelo grupo.

O garoto foi cercado pelo grupo que o golpeou nas costas, jogado no meio de um matagal e espancado pelos rapazes, que diziam que iam mata-lo. Ainda de acordo com o site Rádio Caçula, o adolescente desmaiou e ao acordar ouviu um dos agressores dizendo, “Achei, agora vamos matar”, momento em que rastejou e tentou se esconder na mata.

Após os agressores irem embora, o garoto conseguiu rastejar até um restaurante próximo a um posto de gasolina, onde pediu ajuda, mas o que foi negado pela funcionária do local, que alegou estar em expediente de trabalho.

Então, a vítima conseguiu caminhar até a residência de sua ex-sogra para pedir ajuda e a mulher levou o garoto até uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para ser atendido por um médico. Não há informações se os agressores foram localizados.

COMENTÁRIOS